Busca
Faça uma busca por todo
o conteúdo do site:
   
Home
Atualização Cadastral
Áreas de Atuação Profissional
Biblioteca
Bolsa de Empregos
Cadastro de cursos
Certidões
Comissões Técnicas
Concursos Públicos (CRQ-IV)
Consulta de Registros
Cursos e Palestras
Dia do Profissional da Química
Downloads
Eventos
Espaços para Eventos
Fale Conosco
Fiscalização
Formulários
Game
Informativos
Juramento
Jurisprudência
Legislação
Licitações
Linha do Tempo
Links
Localização
Noticiário
Perfil
Peritos Químicos
Planos de Saúde
Prêmios
Publicações
QuímicaViva
Regimento Interno
Selo de Qualidade
Sorteios
Transparência Pública
Siga-nos no Twitter   Conheça nosso Facebook   Nosso canal YouTube   Siga-nos no Instagram
 



Matéria Anterior   Próxima Matéria

Prêmio CRQ-IV - Veja os vencedores de 2014


Alunos e orientadores dividem prêmio de R$ 58,4 mil. Acesse os links para obter os resumos dos trabalhos. As íntegras podem ser consultadas na Biblioteca do Conselho. Nos quadros abaixo, a foto da esquerda foi produzida na escola de origem dos vencedores; a segunda, na entrega do prêmio pelo presidente do CRQ-IV, Manlio de Augustinis, durante a cerimônia ocorrida dia sete de junho, na sede do Conselho. O evento foi patrocinado pela Caixa Econômica Federal e Qualicorp Administradora de Benefícios.

 

 

Lindomar Cailton

 

                            

Alex Silva

 

 

Pele humana para transplantes e testes farmacológicos

Vencedor na modalidade Química de Nível Médio, o trabalho produzido pela estudante Ângela Ferreira de Oliveira, sob a orientação da professora Joana D’Arc Félix de Sousa, da Escola Técnica Estadual Prof. Carmelino Corrêa Jr., da cidade de Franca, foi inspirado na constatação da quase inexistência de bancos de pele humana para tais finalidades. O trabalho também foi premiado na Feira Brasileira de Ciências e Engenharia de 2013 e representou o Brasil em um evento internacional ocorrido em maio, em Los Angeles (EUA). Clique aqui para obter cópia do resumo.

 

 

Fotos: Alex Silva

 

Filmes híbridos fotocrômicos obtidos pelo processo
sol-gel sobre substrato flexível de PET reciclado

A nanotecnologia abriu espaço para o desenvolvimento de novos materiais, muitos deles baseados na Química Verde. Os filmes fotocrômicos podem ser usados na produção de janelas inteligentes, displays e outros dispositivos, segundo destaca o trabalho produzido pelo aluno Raul Pereira da Cruz, sob a orientação do professor Celso Molina, da Universidade Federal de São Paulo – Campus Diadema, que venceu na modalidade Química de Nível Superior. O professor Sérgio Stocco (primeiro à esquerda), diretor da Unifesp, recebeu o certificado concedido à Instituição de Ensino. Veja o resumo do trabalho.

 

 

Roseli Pereira

 

 

Alex Silva

 

 

Clarificação por filtração tangencial em membrana cerâmica  e uso de carvão ativado como alternativa na produção de caldo de cana de elevada qualidade

O caldo de cana é usado para produzir açúcar. Pelo processo tradicional, esse caldo é submetido a tratamento químico para que seja clarificado. Vencedor na modalidade Química de Nível Superior com Tecnologia, o trabalho desenvolvido pelos alunos Mateus Ferreira, Jéssica Bilato e Juliana Silva, sob a orientação do professor Marcelo Henrique Armoa, da Fatec Nilo de Stéfani, de Jaboticabal, propõe a adoção de filtros especiais para que se obtenha o mesmo resultado e com redução de impacto ambiental. Jéssica, que aparece na foto à esquerda, não pôde comparecer à premiação e foi representada pelo professor Wagner Rodrigues Meier (primeiro à esquerda). Juliana encontra-se estudando no Exterior, por isso foi representada por seu irmão, Julio Cesar Silva (segundo à esquerda). Leia mais detalhes sobre o trabalho premiado acessando seu resumo.

 

 

 

Sergio Isso

 

 

Alex Silva

 

Sistema de tratamento de efluentes de alta carga orgânica em duas
fases para a reutilização da água em processos industriais

Os alunos Marcos Cazonato, Carlos Olione, Gedson Almici, João Ferreira Jr. e Douglas Sanches, sob a orientação do professor Amarildo de Marchi Lopes, do Centro Universitário do Norte Paulista (Unorp), de São José do Rio Preto, desenvolveram um novo sistema para tratamento da vinhaça gerada pela indústria sucroalcooleira. Redução da carga orgânica do efluente, permitindo a reutilização da água no próprio sistema, e o aproveitamento do gás metano para geração de energia foram os resultados que garantiram ao grupo o primeiro lugar na modalidade Engenharia da Área Química. Na cerimônia, a Unorp foi representada pelo professor Marcelo Kobelnik (primeiro à esquerda), coordenador do curso de engenharia da instituição. Acesse o resumo do trabalho para obter mais informações.

 

 

 

 

 

 

 





Relação de Matérias                                                                 Edições Anteriores

 

Copyright CRQ4 - Conselho Regional de Química 4ª Região