Busca
Faça uma busca por todo
o conteúdo do site:
   
Home
Atualização Cadastral
Áreas de Atuação Profissional
Biblioteca
Bolsa de Empregos
Cadastro de cursos
Certidões
Comissões Técnicas
Concursos Públicos (CRQ-IV)
Consulta de Registros
Cursos e Palestras
Dia do Profissional da Química
Downloads
Eventos
Espaços para Eventos
Fale Conosco
Fiscalização
Formulários
Game
Informativos
Juramento
Jurisprudência
Legislação
Licitações
Linha do Tempo
Links
Localização
Noticiário
Perfil
Peritos Químicos
Planos de Saúde
Prêmios
Publicações
QuímicaViva
Regimento Interno
Selo de Qualidade
Sorteios
Transparência Pública
Siga-nos no Twitter   Conheça nosso Facebook   Nosso canal YouTube   Siga-nos no Instagram
 



Matéria Anterior   Próxima Matéria

Anvisa quer fim de RT para Técnicos Químicos


Em mais uma medida que poderá alijar os Técnicos Químicos de exercerem plenamente suas atribuições, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) lançou, no fim do ano passado, uma consulta pública (CP 76/2008) propondo a revisão da  resolução (RDC 18/2000) que estabeleceu o regulamento técnico para o funcionamento de empresas controladoras de vetores e pragas urbanas. Um dos itens da proposta prevê que o Responsável Técnico (RT) por tais empresas seja um profissional de nível superior.

O CRQ-IV se manifestou sobre a consulta pública em fevereiro, pedindo a revisão do citado item. A entidade alertou que, pela legislação em vigor e também conforme decisões judiciais envolvendo tema idêntico ou semelhante, não cabe à Anvisa definir quais são os profissionais que podem exercer a Responsabilidade Técnica por empresas da área química. Esta é uma prerrogativa dos CRQs.

Além de apontar a ilegalidade da eventual inclusão desse item na revisão da RDC, o CRQ-IV advertiu que a medida afetaria profissional e emocionalmente a vida de dezenas de técnicos que hoje atuam como RTs. Há registradas na entidade cerca de 350 empresas controladores de pragas urbanas, das quais aproximadamente 60% possuem técnicos de nível médio exercendo a Responsabilidade Técnica. Segundo destaca o documento envia- do à Anvisa, a tentativa de subtrair desses profissionais a condição de responsáveis técnicos "representará, na maioria dos casos, o desemprego e, muitas vezes, o fim de suas carreiras, acarretando-lhes, inclusive, danos de ordem moral e material irreparáveis que, em tese, poderão vir a ser objeto de ações judiciais contra o Governo Federal".

O prazo para novas manifestações já está encerrado e não há data para que a Anvisa se pronuncie sobre elas.

Clique nos links abaixo para obter:




Relação de Matérias                                                                 Edições Anteriores

 

Copyright CRQ4 - Conselho Regional de Química 4ª Região