Busca
Faça uma busca por todo
o conteúdo do site:
   
Home
Acesso à informação
Atendimento Presencial
Atualização Cadastral
Áreas de Atuação Profissional
Biblioteca
Bolsa de Empregos
Cadastro de Cursos
Certidões
Comissões Técnicas
Competências e Estrutura Organizacional
Concursos Públicos (CRQ-IV)
Consulta de Registros
Cursos e Palestras
Dia do Profissional da Química
Downloads
E-Prevenção
Eventos
Espaços para Eventos
Fale Conosco
Fiscalização
Informativos
Juramento
Jurisprudência
Legislação
Licitações
Linha do Tempo
Links
Localização
Logística reversa - Convênio
Noticiário
Ouvidoria
PDQ
Peritos Químicos
Planos de Saúde
Prêmios
Prestação de Contas
Publicações
QuímicaViva
Selo de Qualidade
Simplifique
Sorteios
Termos de privacidade
Transparência Pública
 

Mar/Abr 2005 

 


Relação de Matérias   Próxima Matéria

Pesquisa apurará nível de conhecimento sobre o GHS


Durante o mês de abril, o CRQ-IV enviará aos profissionais que atuam como responsáveis técnicos das indústrias químicas e petroquímicas um formulário de pesquisa para apurar o grau de conhecimento e envolvimento desse grupo com as normas do GHS - Globally Harmonized System for the Classification and Labelling of Chemicals.

Para quem não se lembra, o GHS é um sistema em implantação em quase todo o mundo, que pretende estabelecer critérios para a classificação de risco das substâncias e preparados químicos. Pretende também a conscientização dos vários públicos-alvos através da divulgação dos perigos mediante disponibilização de dois instrumentos básicos: as Fichas de Informações de Segurança de Produtos Químicos (FISPQs) e a rotulagem.

O CRQ-IV integra o grupo de trabalho formado por várias entidades governamentais, empresariais e de pro- fissionais que se reúne periodicamente para discutir a implantação do GHS. Na última reunião, ocorrida em março, ficou definido que cada integrante deveria consultar suas bases para apurar o nível de conhecimento sobre o assunto e levantar as principais dificuldades que estão enfrentando para adequar suas empresas. Os resultados começarão a ser apresentados a partir de maio.

Os formulários da pesquisa serão enviados a cerca de 2 mil profissionais. A participação será obrigatória, uma vez que, segundo o Código de Ética, cabe ao profissional da química "impulsionar a difusão da tecnologia, apoiar as associações científicas e ajudar a coletividade na compreensão justa dos assuntos técnicos de interesse público".

Depois de responder a todas as questões, o profissional deverá postar o formulário em qualquer agência ou caixa de coleta dos Correios. Os custos do envio serão pagos pelo Conselho.

Quem tiver acesso à Internet deve optar pelo preenchimento do formulário eletrônico que em breve estará disponível no endereço www.crq4.org.br. A escolha dessa opção é mais cômoda para o profissional, além de possibilitar a apuração mais rápida e segura dos resultados da pesquisa. Mas atenção: só deve preencher o formulário eletrônico o profissional que receber em casa a carta convocando-o a participar da pesquisa. Esse cuidado é importante porque o estudo está restrito, conforme explicado, somente às indústrias químicas e petroquímicas. O profissional que atua em um desses segmentos e não receber a convocação poderá solicitar instruções pelo telefone (0xx11) 3061-6024 ou pelo e-mail ligia.rocha@crq4.org.br

 
Saiba mais sobre o GHS

O GHS representa uma iniciativa no sentido de desenvolver um sistema internacional para comunicação de riscos envolvendo substâncias químicas. O trabalho é desenvolvido, no Brasil, por representantes de setores que vão desde as indústrias até órgãos de proteção ao meio ambiente.

Este trabalho é necessário porque nenhum país tem a capacidade de identificar e regular o risco de cada produto químico. Além das questões ligadas à segurança, tal deficiência já representa problemas de natureza comercial, pois uma substância pode não ter restrições num determinado país e ser proibida em outros. A proposta do GHS é a harmonização de conceitos e a adoção de uma classificação única a partir de 2008. Os países que não se enquadrarem até lá enfrentarão dificuldades para atuar no mercado internacional.

Clique aqui para obter outras informações sobre o assunto.
 




Relação de Matérias                                                                 Edições Anteriores

 

Compartilhe:
Copyright CRQ4 - Conselho Regional de Química 4ª Região