Busca
Faça uma busca por todo
o conteúdo do site:
   
Home
Atualização Cadastral
Áreas de Atuação Profissional
Biblioteca
Bolsa de Empregos
Certidões
Comissões Técnicas
Concursos Públicos (CRQ-IV)
Consulta de Registros
Cursos e Palestras
Dia do Profissional da Química
Downloads
Eventos
Espaços para Eventos
Fale Conosco
Fiscalização
Formulários
Game
Informativos
Juramento
Jurisprudência
Legislação
Licitações
Linha do Tempo
Links
Localização
Noticiário
Perfil
Planos de Saúde
Prêmios
Publicações
QuímicaViva
Regimento Interno
Selo de Qualidade
Sorteios
Transparência Pública
Siga-nos no Twitter   Conheça nosso Facebook   Nosso canal YouTube
 



Matéria Anterior   Próxima Matéria

Química perde os ex-conselheiros Borzani e Sartório


 
Em 28 de fevereiro deste ano, morreu o Engenheiro Químico Walter Borzani (83 anos) que, nomeado pelo Conselho Federal de Química, instalou o CRQ-IV, em 1º de agosto de 1957. Em 26 de dezembro de 2007, faleceu o Engenheiro Químico Lyrio Sartório (84 anos), também conselheiro da entidade. Veja abaixo um breve resumo sobre a atuação desses profissionais.

Walter Borzani - Formado em 1947 pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, dedicou-se principalmente à pesquisa e ao magistério. Foi professor da Faculdade de Engenharia Industrial (FEI), do Instituto Mauá de Tecnologia e da Poli-USP. Concentrou suas pesquisas em biotecnologia industrial, usando a experiência nessa área nos serviços que prestou às empresas Biofill e Bionext.

Borzani foi membro da primeira turma de conselheiros do Conselho Federal de Química (CFQ). Em 1957, foi nomeado delegado especial pelo CFQ para instalar o CRQ-IV, o que ocorreu em 1º de agosto de 1957. Eleito conselheiro do CRQ-IV em 1966, prestou serviços à entidade até 1969. Dez anos depois, concorreu e venceu o Prêmio Fritz Feigl, concurso promovido pelo CRQ-IV e que representa uma das principais honrarias do País na área química. Em 2006, quando se comemorou o cinqüentenário da Lei 2.800/1956, que criou o Sistema CFQ/CRQs, foi novamente homenageado pelo CRQ-IV.

O Engenheiro Químico dividiu com outros profissionais a autoria de nove livros na área química, a maioria deles sobre biotecnologia. O último, Biotecnologia Industrial: Fundamentos, foi publicado em 2001.

Borzani presidiu a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) de 1973 a 1975. Está entre os fundadores da Academia de Ciências do Estado de São Paulo e foi membro das academias Brasileira e da América Latina de Ciências.

Também recebeu as seguintes deferências: Prêmio Nacional de Ciência e Tecnologia, do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (1983), Ordem Nacional do Mérito Cientifico – classe Grã-Cruz (1996), Professor do Ano, pela Associação dos Engenheiros Politécnicos (2003)

Lyrio Sartório - Graduou-se em Engenharia Química em 1948, também pela Escola Politécnica da USP. Foi conselheiro do CRQ-IV de 1963 a 1978, tendo ocupado o cargo de segundo secretário, de 1966 a 1969. Atuou como professor em diversas instituições de ensino, entre elas: o Instituto Mauá de Tecnologia, a Faculdade de Engenharia Industrial (FEI), a Fundação Armando Álvares Penteado (Faap), o Instituto de Educação Santa Cecília, a Universidade de Mogi das Cruzes, a Escola Politécnica e o Instituto de Química da USP. Em 1999, quando completou 50 anos de magistério na FEI, recebeu da entidade o título de Professor Emérito.

Possui quatro livros sobre Química Analítica publicados pela Editora Moderna, todos em parceria com o Engenheiro Químico João Kobal Jr. O último trabalho foi lançado em 1982, com o título Química Analítica Quantitativa.

Fora da área acadêmica, atuou principalmente na indústria cerâmica e na alimentícia. Desde 1985, era consultor da Sakura Alimentos. Segundo o atual gerente de Pesquisa e Desenvolvimento da empresa, o Bacharel em Química Renato Akira Honma, sua contribuição foi fundamental para a melhoria dos processos fermentativos que dão origem a um dos carros-chefe da empresa: o molho de soja. Na Sakura, o ex-conselheiro do CRQ-IV era chamado de Mestre Lyrio. Em 2001, a empresa o homenageou batizando com seu nome o Centro de Controle e Pesquisas.

 




Relação de Matérias                                                                 Edições Anteriores

 

Copyright CRQ4 - Conselho Regional de Química 4ª Região