Busca
Faça uma busca por todo
o conteúdo do site:
   
Home
Acesso à informação
Atendimento Presencial
Atualização Cadastral
Áreas de Atuação Profissional
Biblioteca
Bolsa de Empregos
Cadastro de Cursos
Certidões
Comissões Técnicas
Competências e Estrutura Organizacional
Concursos Públicos (CRQ-IV)
Consulta de Registros
Cursos e Palestras
Dia do Profissional da Química
Downloads
E-Prevenção
Eventos
Espaços para Eventos
Fale Conosco
Fiscalização
Informativos
Juramento
Jurisprudência
Legislação
Licitações
Linha do Tempo
Links
Localização
Logística reversa - Convênio
Noticiário
Ouvidoria
PDQ
Peritos Químicos
Planos de Saúde
Prêmios
Prestação de Contas
Publicações
QuímicaViva
Selo de Qualidade
Simplifique
Sorteios
Termos de privacidade
Transparência Pública
 
Explosivos - Conselho Regional de Química - IV Região

Explosivos 

 


Propelentes, fogos de artifícios, artefatos pirotécnicos e de salvatagem são todos materiais considerados explosivos. Eles nos possibilitam visualizar a ocorrência de uma das mais fantásticas reações químicas, tanto pela energia liberada quanto pela velocidade da reação. Pode-se dizer que uma explosão é um verdadeiro espetáculo artístico, pois pode desenvolver sensações causadas pelo som intenso, pelo deslocamento do ar e, às vezes, pelo clarão com cores diversas.

Após sua fabricação, os explosivos apresentam uma estabilidade relativa, ou seja, são estáveis dentro de determinadas condições de temperatura, impacto, atrito, corrente e diferença de potencial elétrico.


No entanto, sua fabricação requer rígido controle das condições do processo de manutenção preventiva dos equipamentos, pois um evento explosivo não esperado ou não controlado é quase uma catástrofe para os equipamentos e para o pessoal afetado. Portanto, uma indústria de explosivos deve selecionar profissionais extremamente conscientes dos riscos e zelosos pela rígida observância das normas. Rotinas de trabalho devem ser seguidas à risca, pois elas foram forjadas levando em consideração a correção dos erros ocorridos que levaram ou não a acidentes.

Aplicabilidade:

Mineração – desmonte de rochas.

Engenharia – implosões de edifícios, abertura de valas, canais e estradas.

Siderurgia – ruptura do selo do cadinho para o escoamento do aço fundido.

Indústria espacial – propelente sólido de foguetes e nos geradores de gases de satélites.

Automotiva – nos air-bags e nos cintos de segurança.

Indústria de defesa – foguetes, mísseis, munições e acessórios.

Indústria de sinalizadores – dispositivos de cores e som para marcação de pontos enfim materiais de salvatagem.

Indústria de fogos de artifício – fogos de estampido, cores, cascatas, chuvas de cores. É um espetáculo! Vide a passagem de 31 dezembro a 1º janeiro.

Indústria farmacêutica - a nitroglicerina é utilizada (ppm) como um eficiente vasodilatador.

Segurança contra incêndios – em pequenas cápsulas que, ao sentirem a presença de fogo, explodem liberando a passagem de água nos espargidores “sprinklers”.

Compartilhe:
Copyright CRQ4 - Conselho Regional de Química 4ª Região