Busca
Faça uma busca por todo
o conteúdo do site:
   
Home
Acesso à informação
Atendimento Presencial
Atualização Cadastral
Áreas de Atuação Profissional
Biblioteca
Bolsa de Empregos
Cadastro de Cursos
Certidões
Comissões Técnicas
Competências e Estrutura Organizacional
Concursos Públicos (CRQ-IV)
Consulta de Registros
Cursos e Palestras
Dia do Profissional da Química
Downloads
E-Prevenção
Eventos
Espaços para Eventos
Fale Conosco
Fiscalização
Informativos
Juramento
Jurisprudência
Legislação
Licitações
Linha do Tempo
Links
Localização
Logística reversa - Convênio
Noticiário
Ouvidoria
PDQ
Peritos Químicos
Planos de Saúde
Prêmios
Prestação de Contas
Publicações
QuímicaViva
Selo de Qualidade
Simplifique
Sorteios
Termos de privacidade
Transparência Pública
 

Jul/Ago 2003 

 


Relação de Matérias   Próxima Matéria

Professores reuniram-se no Conselho


Noventa profissionais da química que trabalham como professores de escolas de nível médio ou superior participaram do I Encontro de Profissionais da Química que Atuam na Área Educacional, realizado no auditório da sede do Conselho, dia 12 de agosto. A falta de preparo básico dos alunos que chegam aos cursos de nível médio e/ou superior, a implementação de alguns ajustes na legislação que regulamenta a profissão e a necessidade de adequação dos cursos às exigências do mercado trabalho foram algumas das várias questões discutidas. Mas os principais resultados do evento foram a proximidade que os professores e escolas presentes passaram a ter em relação ao CRQ-IV e o início de um processo de troca de informações entre os profissionais da área que poderá resultar no fortalecimento dos cursos de formação profissional.

O evento começou com uma palestra do diretor executivo do CRQ-IV, Manlio de Augustinis, que apresentou uma panorâmica sobre as atividades desenvolvidas pelo CRQ-IV nos últimos anos. A seguir, o gerente de fiscalização da entidade, Wagner Contrera Lopes, falou a respeito do trabalho de conscientização exercido pelos fiscais no sentido convencer empresas com funcionários sem formação a enviá-los às escolas de química para que assim atendam às exigências legais.

Contrera também destacou as iniciativas do CRQ-IV, nos últimos anos, de estimular a criação de cursos para atender necessidades específicas de determinadas regiões. Salientou que trabalho semelhante poderá ser feito, a partir de agora, pelos professores que desejarem participar do Projeto Representante de Cursos. Os integrantes desse projeto passarão a representar o Conselho em suas regiões e terão, entre outras atividades, a atribuição de visitar escolas de nível fundamental e médio para difundir a profissão química.

Os professores foram divididos em grupos para abordar questões de cada área de formação. A principal discussão, nos grupos formados pelos representantes dos cursos de Engenharia e Química de Nível Superior, foi a necessidade de revisão da Resolução Normativa 36 e da Resolução Ordinária 1.511. Ambas definem as atribuições, ou seja, as atividades que os futuros profissionais poderão exercer. Depois de analisar mais detalhadamente essas normas, eles poderão, se for o caso, sugerir alterações ao Conselho Federal de Química.

O grupo formado pelos representantes das escolas que formam Técnicos de Nível Médio conversou sobre a necessidade de serem criados cursos que atendam melhor as necessidades do mercado. O oferecimento de módulos adicionais para satisfazer a demandas específicas foi uma das idéias colocadas. Outra sugestão foi a instalação de cursos modulares para formação, por exemplo, de técnicos laboratoristas. É claro que um profissional apenas com essa formação, de acordo com a legislação, teria sua área de atuação limitada aos laboratórios. Mas se depois quisesse expandir seus horizontes, bastaria que cursasse módulos sobre processos químicos, o que o qualificaria para atuar diretamente na produção.

Esse grupo também elogiou bastante a decisão tomada há cerca de dois anos pelo CRQ-IV de não conceder registro profissional aos estudantes reprovados por seus professores, mas que conseguirem reverter sua situação graças a recursos apresentados nos órgãos ligados ao Conselho Estadual de Educação (veja matéria sobre o assunto na edição julho/2001). Além da manutenção dessa postura pelo Conselho, chegou-se à conclusão que uma medida importantíssima que os professores e escolas devem tomar para evitar casos dessa natureza é manter toda ação pedagógica muita bem documentada.

Durante o encontro, vários professores aceitaram o convite para se tornarem representantes de cursos em suas escolas. O CRQ-IV está preparando todo o material de apoio necessário a esse trabalho e começará a enviá-lo no decorrer deste segundo semestre. O projeto, que agora começa a se tornar realidade, continua aberto. Profissionais que trabalham como professores e que desejarem obter mais informações devem entrar em contato pelos telefones (0xx11) 3061-6027 ou 3061-6029 ou ainda pelo e-mail fiscaliza@crq4.org.br.




Relação de Matérias                                                                 Edições Anteriores

 

Compartilhe:
Copyright CRQ4 - Conselho Regional de Química 4ª Região