Busca
Faça uma busca por todo
o conteúdo do site:
   
Home
Atualização Cadastral
Áreas de Atuação Profissional
Biblioteca
Bolsa de Empregos
Certidões
Comissões Técnicas
Concursos Públicos (CRQ-IV)
Consulta de Registros
Cursos e Palestras
Dia do Profissional da Química
Downloads
Eventos
Espaços para Eventos
Fale Conosco
Fiscalização
Formulários
Game
Informativos
Juramento
Jurisprudência
Legislação
Licitações
Linha do Tempo
Links
Localização
Noticiário
Perfil
Peritos Químicos
Planos de Saúde
Prêmios
Publicações
QuímicaViva
Regimento Interno
Selo de Qualidade
Sorteios
Transparência Pública
Siga-nos no Twitter   Conheça nosso Facebook   Nosso canal YouTube   Siga-nos no Instagram
 



Relação de Matérias   Próxima Matéria

Anuidades - Inadimplentes receberão, até 30/04, cobrança de obrigações em atraso


Freepik

     Planejamento é importante para evitar aumento das dívidas

Com vencimento para maio, boletos incluirão anuidades vencidas desde 2012


Profissionais e empresas que não quitaram a anuidade deste ano, vencida em 31 de março, deverão aguardar, até o final do mês de abril, o recebimento de um novo boleto para quitação da obrigação. Conforme prevê normativa que definiu os valores das anuidades, sobre o valor original será acrescida multa de 20%. O vencimento deste novo boleto será em 8 de maio.

Os boletos a serem enviados também englobarão, quando for o caso, anuidades vencidas entre 2012 e 2017. Sobre estes valores, além da multa de 20%, também incidirá a variação da taxa Selic sobre o período em aberto. Quem não puder fazer o pagamento a vista, deverá entrar em contato com o Conselho para solicitar o parcelamento. Para tanto, basta enviar e-mail para tesouraria@crq4.org.br, informando nome completo e CPF; no caso de empresas, os dados são a razão social e o CNPJ.

Empresas que estiverem em débito não poderão solicitar a emissão de certidões e de outros documentos necessários, por exemplo, para participação em licitações promovidas por órgãos da administração pública.

No caso das pessoas físicas, o não pagamento da anuidade as inabilita ao exercício da profissão, sujeitando-as, inclusive, a responderem a processos éticos, caso sejam encontradas pela Fiscalização exercendo atividade privativa.

FATO GERADOR – A obrigatoriedade do pagamento da anuidade foi confirmada mais recentemente pela Lei nº 12.514/2011. De acordo com o artigo 5º dessa lei, “o fato gerador das anuidades é a existência de inscrição no conselho, ainda que por tempo limitado, ao longo do exercício”.






Relação de Matérias                                                                 Edições Anteriores

 

Copyright CRQ4 - Conselho Regional de Química 4ª Região