Busca
Faça uma busca por todo
o conteúdo do site:
   
Home
Atualização Cadastral
Áreas de Atuação Profissional
Biblioteca
Bolsa de Empregos
Certidões
Comissões Técnicas
Concursos Públicos (CRQ-IV)
Consulta de Registros
Cursos e Palestras
Dia do Profissional da Química
Downloads
Eventos
Espaços para Eventos
Fale Conosco
Fiscalização
Formulários
Game
Informativos
Juramento
Jurisprudência
Legislação
Licitações
Linha do Tempo
Links
Localização
Noticiário
Perfil
Planos de Saúde
Prêmios
Publicações
QuímicaViva
Regimento Interno
Selo de Qualidade
Sorteios
Transparência Pública
Siga-nos no Twitter   Conheça nosso Facebook   Nosso canal YouTube
 



Matéria Anterior   Relação de Matérias

Combustíveis - Fontes renováveis e derivados de petróleo foram discutidos em Rio Claro


Fotos: CRQ-IV

O Conselho promoveu no dia 14 de agosto o II Workshop de Divulgação – “Química: a Ciência das Soluções”. Com o tema central “Combustíveis”, o evento foi realizado em Rio Claro, no Colégio Alem, uma das escolas que possuem cursos técnicos certificados com o Selo de Qualidade CRQ-IV e que também abrigou a primeira edição do evento, realizada em outubro de 2010.

O presidente do CRQ-IV, Manlio de Augustinis, e a diretora do Colégio Alem, Celia Maria Alem de Oliveira, fizeram a abertura do evento. Em sua fala, Augustinis ressaltou a importância de se discutir o tema “energia” e o papel da Química no desenvolvimento de soluções alternativas. Também enalteceu outras iniciativas do Conselho para capacitação de estudantes e profissionais da área, a exemplo do Programa Minicursos CRQ-IV (confira matéria nesta edição).

O workshop foi dividido em dois blocos. O primeiro foi iniciado com um panorama geral e as perspectivas futuras da matriz energética global e das fontes de energia (renováveis e não renováveis), apresentados pela Engenheira Química Andrea de Batista Mariano, do setor de Fiscalização do CRQ-IV e coordenadora das Comissões Técnicas mantidas pela entidade.

Bresciani: reservas conhecidas duram meio século

Em seguida, o Engenheiro Químico Antonio Esio Bresciani, integrante da Comissão de Meio Ambiente do Conselho, conduziu a discussão de dois temas. O primeiro abordou o petróleo e seus principais derivados, como gasolina, diesel e nafta. Com experiência de 30 anos de trabalho na Petrobras, Bresciani ressaltou que a empresa tem conseguido extrair atualmente de 600 mil a 700 mil barris por dia da camada do pré-sal, notadamente na bacia de Santos. O número estimado equivale a cerca de um terço do que é produzido diariamente no Brasil (2,2 milhões de barris/dia).

No fechamento desta edição, as informações mais recentes eram referentes ao mês de julho e foram divulgadas em setembro pela Agência Nacional do Petróleo (ANP). Os dados apontam que a produção diária no pré-sal alcançou a marca de 812 mil barris/dia, mantendo assim cerca de um terço do total produzido no país (2,4 milhões de barris/dia).

De acordo com dados apresentados por Bresciani, as reservas mundiais atualmente conhecidas devem atender à demanda por mais meio século, previsão que poderá ser alterada mediante a prospecção e descoberta de novas reservas. “Os combustíveis fósseis, como o petróleo, ainda serão importantes por muitos anos, embora as fontes alternativas estejam apresentando um crescimento relevante, como são os casos das energias eólica, solar e de biomassa. Continuaremos dependentes do petróleo por muito tempo, embora o papel dele tenda a diminuir”, ponderou o especialista.

A edição de 2015 do Relatório Estatístico Global de Energia da British Petroleum (BP), divulgada em junho, destaca que as reservas mundiais provadas de petróleo alcançaram a marca de 1,7 trilhão de barris, o suficiente para atender a demanda global por 52,5 anos (confira a figura abaixo).

“Tecnologias químicas aplicadas aos combustíveis” foi o tema da segunda palestra de Bresciani, que abriu o segundo bloco do workshop. Técnicas de Química Analítica, como a espectrometria de massas, foram destacadas. A professora e pesquisadora Ljubica Tasic, do Instituto de Química da Universidade Estadual de Campinas (IQ-Unicamp), participou da apresentação fornecendo informações sobre cromatografia gasosa.

País possui potencial em biocombustíveis, diz Tasic

Nascida na Sérvia, Ljubica é radicada no Brasil há quase duas décadas. Em sua apresentação, cujo tema foi “Conversão de biomassa”, ela avaliou que o Brasil possui elevado potencial na área de biocombustíveis pela grande quantidade de biomassa que ainda é subaproveitada.

Atuando no Laboratório de Química Biológica do Instituto de Química da Unicamp, a pesquisadora coordena um trabalho de produção de bioetanol de segunda geração a partir do bagaço de laranjas, por meio de processos de hidrólise enzimática e fermentação. “Além do bioetanol, o processo também gera outros produtos de alto valor agregado, que poderiam baratear o custo da produção, como a nanocelulose”, destacou.

Ganhador do Prêmio Fritz Feigl, concedido pelo CRQ-IV em 2007, o professor Matthieu Tubino, também do IQ-Unicamp, completou o ciclo de palestras falando sobre o potencial do biodiesel, com ênfase na diversidade de matérias-primas existentes para desenvolvê-lo, a exemplo da soja, do milho e da canola. Ele avaliou que o Brasil, atualmente o segundo maior produtor mundial desse tipo de combustível, possui condições de alcançar a liderança, ultrapassando os EUA em até três anos. “O biodiesel pode contribuir nas áreas ambiental, agrícola e energética, ao diminuir a necessidade de importação de diesel”, enfatizou.

Interação - No encerramento de ambos os blocos, foram realizadas mesas-redondas com os palestrantes, abertas a perguntas do público. Um dos participantes foi o Químico com Atribuições Tecnológicas Adolfo Godoy Borges, de São Pedro. Para ele, o workshop atendeu às expectativas. “Tenho muito interesse por biocombustíveis e um evento como este é uma boa oportunidade para entrar em contato com especialistas no assunto”, avaliou.

Organizado pela Comissão de Divulgação do CRQ-IV, o workshop teve os seguintes apoiadores: Colégio Alem, Sinquisp, Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), Buffet Cheiro & Sabor, RCcon e LOOK-OUT.





Relação de Matérias                                                                 Edições Anteriores

 

Copyright CRQ4 - Conselho Regional de Química 4ª Região