Busca
Faça uma busca por todo
o conteúdo do site:
   
Home
Acesso à informação
Atendimento Presencial
Atualização Cadastral
Áreas de Atuação Profissional
Biblioteca
Bolsa de Empregos
Cadastro de Cursos
Certidões
Comissões Técnicas
Competências e Estrutura Organizacional
Concursos Públicos (CRQ-IV)
Consulta de Registros
Cursos e Palestras
Dia do Profissional da Química
Downloads
E-Prevenção
Eventos
Espaços para Eventos
Fale Conosco
Fiscalização
Informativos
Juramento
Jurisprudência
Legislação
Licitações
Linha do Tempo
Links
Localização
Logística reversa - Convênio
Noticiário
Ouvidoria
PDQ
Peritos Químicos
Planos de Saúde
Prêmios
Prestação de Contas
Publicações
QuímicaViva
Selo de Qualidade
Simplifique
Sorteios
Termos de privacidade
Transparência Pública
 

Mar/Abr 2014 

 


Relação de Matérias   Próxima Matéria

Editorial


A íntima relação do futebol com a Química

A multidão de apaixonados que aguarda o pontapé inicial da Copa do Mundo talvez sequer tenha um dia imaginado a contribuição que a Química vem dando ao longo dos anos para aprimorar a principal estrela dos gramados. Capa deste número, o artigo de Vera Constantino mostra um histórico sobre como o desenvolvimento e a adoção de novos materiais fizeram a bola evoluir, contribuindo para que o futebol se consolidasse como o esporte mais praticado no planeta.

O recadastramento de peritos, o uso de CO2 vaporizado para combater incêndios e o Fórum de Ensino Técnico que o Conselho promoverá em maio são alguns dos outros assuntos abordados nesta edição.


Leitores - Coluna quer estimular a interação

Com vistas a criar mais um canal de comunicação entre o CRQ-IV e seu público, o Informativo pretende tornar fixa a coluna “Leitores”. Por ela, os profissionais, estudantes, representantes de empresas etc. que têm acesso à publicação poderão comentar as matérias publicadas, pedir mais esclarecimentos, fazer elogios, críticas, apontar erros e, principalmente, enviar sugestões que ajudem a tornar o periódico mais útil e interessante.

O endereço eletrônico crq4.informativo@gmail.com passa a ser o meio oficial para que os leitores possam fazer contato. Os e-mails serão respondidos tão logo forem recebidos. Na edição seguinte, resumos das mensagens e das respostas serão veiculados na versão impressa. Já os textos completos farão parte da versão on-line da mesma edição. Importante: ao escrever para o citado endereço, o remetente estará automaticamente autorizando o CRQ-IV a tornar público o conteúdo de sua mensagem, bem como, quando for o caso, a resposta enviada.

Confira as mensagens que fizeram referência à edição anterior:

Flúor I - Referente à matéria sobre possível falha na fluoretação (Informativo nº 125), gostaria de saber que quantidade de flúor foi adicionada à água no período de Nov/Dez 2013. Estou grávida e quero verificar com minha médica se o problema poderá prejudicar a formação de meu bebê.

Tamy Koreeda Aoki - S. Paulo/SP

Conforme consta na reportagem, as possíveis falhas na fluoretação foram verificadas em amostras coletadas entre janeiro e maio de 2013. Clique aqui para acessar o site do Conselho Regional de Odontologia, onde é possível verificar as dosagens.

Flúor II - Como o cloro, o flúor pertence à família dos halogênios. O cloro vem merecendo a atenção de pesquisadores quanto à possibilidade de contribuir para o desenvolvimento de certo tipo de câncer. Em função dessa suspeita, alguns países trocaram a cloração pela ozonização da água. Nos EUA, os médicos não prescrevem ingestão de flúor durante a gravidez por temerem o aparecimento de alguma doença. Também lá, diferentemente do que ocorre no Brasil, os cremes dentais para crianças de até 12 anos não contemplam flúor. Valeria a pena o CRQ-IV entrar nessa discussão e se posicionar sobre a obrigatoriedade da aplicação do flúor na água servida à população.

Luiz Celso Colombo - Piquete/SP

Os comentários foram enviados para análise da Comissão Técnica de Meio Ambiente do CRQ-IV.

Cobaias - O artigo de Octavio Presgrave sobre a proibição de testes com animais na produção de cosméticos é um alerta muito sério sobre os riscos a que os radicais, os desprovidos de conhecimento científico e os oportunistas podem estar submetendo a população.

Fernanda M. Khol - Triunfo/RS

Atraso - Devido ao fraco interesse das informações, em geral, contidas nestes informativos além de um forte viés com relação aos profissionais e os conteúdos que publicam neste espaço, soma-se agora ao fato de ter recebido o referido informativo de Jan/Fev no dia 06 de março de2014. Não seria possível o envio do mesmo em pelo menos na primeira quinzena do período bimestral que compreende o Informativo? (Em caso contrário o mesmo não serve como um informativo, aliás, não serve para nada!). Considerando a enorme estrutura deste Conselho (CRQIV) não é um depoimento de desleixo com o profissional o envio de um informativo desatualizado? (Acredito que exista um número considerável de pessoas qualificadas que trabalham neste Conselho e que atuam na composição, edição e expedição deste Informativo, não seria oportuno tornar este veículo um pouco mais profícuo!). Agradeço a oportunidade de poder contribuir para com este Conselho.

Francisco J. dos Santos - Araraquara/SP

A distribuição do nº 125 do Informativo CRQ-IV sofreu um atraso decorrente dos seguintes problemas:

  • A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), responsável pela distribuição do periódico, fez modificações em seu sistema postagens, eliminando o tipo “Impresso Especial” – que era até então por nós utilizado – colocando em seu lugar a modalidade “Mala Direta Postal”. Em que pese este CRQ-IV ter tomado, ainda em janeiro, todas as providências para se adequar à mudança, somente no dia 25 de fevereiro a ECT liberou um documento chamado “Cartão de Postagem” para que a distribuição tivesse início. Isso representou um atraso de quase uma semana, uma vez que o periódico estava pronto para ser postado desde o dia 19;

  • Quando a distribuição efetivamente começou, estávamos na semana que antecedeu o carnaval, período em que a ECT suspendeu a entrega de correspondências. Esta só foi retomada após às 12h do dia 05/03.

  • Por se o mais barato entre os disponibilizadas pela ECT, o contrato de “Mala Direta Postal” prevê que as correspondências podem levar, após a postagem, de cinco a sete dias para serem entregues aos destinatários. Não é possível ao CRQ-IV contratar um serviço mais rápido, posto que isso aumentaria substancialmente os custos de distribuição do Informativo;

Seja em função de greves de carteiros, qualidade do serviço de distribuição da ECT e até mesmo por possíveis problemas na produção industrial – que também é terceirizada – a distribuição do Informativo é um problema antigo e que de vez em quando volta à tona. Nossa programação prevê que a produção editorial seja fechada até o dia 30 do primeiro mês do bimestre e a que distribuição ocorra na segunda quinzena do mês seguinte. Os 15 dias entre o fechamento editorial e a distribuição são reservados para a editoração e impressão. Ocorre que nem sempre é possível manter esse cronograma, pois podem haver assuntos que precisam ser noticiados e cuja ocorrência se dá na semana seguinte ao prazo previsto para o fechamento. Podem ocorrer também feriados e, como relatado, imprevistos nas fases de impressão e distribuição.

Para reduzir tais inconvenientes, desde junho de 1999 temos disponibilizado em nosso site versões on-line de cada edição. Além de textos em HTML, os interessados também podem ter acesso às versões no formato PDF, que são exatamente iguais à versão impressa. A versão eletrônica da edição nº 125, por exemplo, foi disponibilizada dia 14/02.

Temos ciência que nem sempre os profissionais podem (ou querem) acessar o site do Conselho para se inteirar das notícias da entidade. Por isso, desde 2010 mantemos páginas nas redes sociais para facilitar e tornar esse contato automático. Estamos no Twitter desde maio de 2010; no Facebook, ingressamos em julho de 2011. Caso não tenha lido reportagem que publicamos sobre o assunto e queira mais detalhes sobre as vantagens de se integrar às redes sociais, sugerimos acessar a página http://www.crq4.org.br/informativomat_1124.

Com relação ao seu comentário sobre o suposto “fraco interesse das informações, em geral, contidas nestes informativos”, talvez não tenhamos entendido o contexto em que a frase foi colocada. Se o conteúdo do Informativo é irrelevante e o periódico “não serve para nada!”, por qual razão alguém reclamaria de atrasos na entrega dos exemplares?

Cabe observar que o Informativo CRQ-IV é uma publicação institucional e que, por essa característica, tem como objetivo principal noticiar e prestar contas das ações do Conselho. Estas podem envolver apenas a entidade – como exemplo, a apresentação do balanço que foi manchete na última edição – e aquelas que favorecem diretamente os profissionais, como os concursos que se destinam a reconhecer méritos (Prêmios CRQ-IV e Walter Borzani), e as promoções que facilitaram a participação de profissionais em eventos técnicos, como cursos, palestras, seminários, congressos e feiras, que foram destaque na edição nº 124.

Em que pese esse foco, o periódico também veicula notícias e artigos técnicos, estes produzidos por profissionais colaboradores, que interessam especificamente a determinados setores.

É claro que, até pelo pequeno espaço que dispomos, torna-se impossível atendermos aos anseios de todos os leitores. Quando publicamos, por exemplo, um artigo sobre cosméticos, o texto terá mais chances de chamar a atenção de profissionais que atuam nessa área do que daqueles que trabalham com tratamento de superfície ou que, como o senhor, desenvolvem produtos para o setor sucroalcooleiro. Tomando-se essa premissa como verdadeira, acreditamos que torna-se difícil, ou até precipitado, definir o que é ou não profícuo, uma vez que isso vai variar conforme o interesse de cada um por determinado assunto.

Sem a pretensão de torná-lo uma unanimidade, procuramos veicular no Informativo – bem como nas reportagens que são publicadas apenas em nosso site – conteúdos que atendam à média de nossos públicos. Muitas matérias, aliás, nascem de sugestões enviadas pelos leitores, razão pela qual ficaremos satisfeitos em continuar recebendo seus comentários, indicações de assuntos e até mesmo artigos de sua autoria. O sucesso e a qualidade de uma publicação está condicionado à colaboração de todos e não somente ao trabalho daqueles que a editam.

Aproveitamos a oportunidade para informar que um resumo de seus comentários e de nossa resposta serão publicados na próxima edição de nosso periódico. É possível que muitos leitores tenham queixas semelhantes, o que configura uma oportunidade para prestarmos esclarecimentos e ampliar o debate.





Relação de Matérias                                                                 Edições Anteriores

 

Compartilhe:
Copyright CRQ4 - Conselho Regional de Química 4ª Região