Busca
Faça uma busca por todo
o conteúdo do site:
   
Home
Atualização Cadastral
Áreas de Atuação Profissional
Biblioteca
Bolsa de Empregos
Certidões
Comissões Técnicas
Concursos Públicos (CRQ-IV)
Consulta de Registros
Cursos e Palestras
Dia do Profissional da Química
Downloads
Eventos
Espaços para Eventos
Fale Conosco
Fiscalização
Formulários
Game
Informativos
Juramento
Jurisprudência
Legislação
Licitações
Linha do Tempo
Links
Localização
Noticiário
Perfil
Planos de Saúde
Prêmios
Publicações
QuímicaViva
Regimento Interno
Selo de Qualidade
Sorteios
Transparência Pública
Siga-nos no Twitter   Conheça nosso Facebook   Nosso canal YouTube
 



Matéria Anterior   Próxima Matéria

História - CRQ-IV completará em agosto 60 anos de atividades


Sede do Conselho, inaugurada em 2002

Maior regional do País, entidade tem trajetória marcada por desenvolver diversas atividades em benefício
dos profissionais, empresas, estudantes e instituições de ensino

O Conselho Regional de Química - IV Região (CRQ-IV) completa no dia 1º de agosto o seu 60º aniversário. Criado pela Resolução Normativa nº 02 do Conselho Federal de Química (CFQ), de 18 de junho de 1957 – exatamente um ano depois da promulgação da Lei nº 2.800, que criou o Sistema CFQ/CRQs –, o CRQ-IV é o maior e mais moderno regional do Sistema. Com mais de 80 mil profissionais e 11 mil empresas em sua base, ao longo deste mais de meio século a entidade agregou à função legal de fiscalizar o exercício profissional várias outras atividades destinadas a fomentar o desenvolvimento do setor químico.

Quando foi criado, o CRQ-IV tinha por jurisdição uma extensa área do território nacional, que incluía os estados de São Paulo e Mato Grosso, além do então território de Rondônia. Desde 2008, responde apenas pelo estado de São Paulo. Atualmente, o Sistema CFQ/CRQs é composto por 21 Conselhos Regionais.

Início - Os primeiros conselheiros do CRQ-IV foram eleitos em 1957 por representantes de escolas e de associações ligadas à área química, como previa a Lei 2.800. Eles se reuniram para instalar a entidade e eleger seu presidente em 1º de agosto de 1957, no anfiteatro do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), localizado, naquela época, na Praça Coronel Fernando Prestes, em São Paulo. A reunião foi presidida pelo Engenheiro Químico Walter Borzani, nomeado delegado pelo CFQ para instalar o regional.

Logo após serem empossados, a tarefa dos conselheiros foi eleger o primeiro presidente da entidade. O escolhido foi o Engenheiro Químico Julio Rabin, que na época tinha bom trânsito nos meios empresarial e governamental, além ser sócio-fundador da Associação Brasileira de Normas Técnicas. Visando proporcionar condições mínimas de infraestrutura, Rabin cedeu espaço no escritório que ocupava para que o CRQ-IV começasse a funcionar. O escritório ficava no prédio do então Banco do Estado de São Paulo, no centro da Capital.

O serviço de registro teve início em outubro de 1957, com divulgação feita por meio de ofícios enviados a entidades de classe. As primeiras carteiras profissionais foram emitidas a partir de um lote de 600 cédulas entregues pessoalmente pelo então presidente do CFQ, Geraldo de Oliveira Castro, a Julio Rabin. Na primeira semana de atendimento ao público, foram abertos 25 processos de registro e distribuídos mais de 200 formulários.

O primeiro profissional registrado no CRQ-IV não integrava o corpo de conselheiros. A carteira número 1 foi conferida ao Técnico em Química Oswaldo Coca Parada. Formado pela extinta Escola Técnica Eduardo Prado, ele fez carreira na indústria de vidros. Trabalhou vários anos na Santa Marina e se aposentou na Nadir Figueiredo, onde ocupou cargo de direção.

Já a primeira empresa que se registrou no CRQ-IV foi a Irmãos Franceschi Ltda., que hoje se chama Luminar Tintas. Fundada em 1934 na Capital, a empresa iniciou suas atividades fabricando estearatos, tintas e matérias-primas para a confecção de calçados. Quando se registrou, em 1957, já havia adotado o nome fantasia de Luminar. Na década de 1960, a empresa dedicou-se ao desenvolvimento de tintas à base de água, tornando-se, em 1965, pioneira na fabricação do produto no País. Atualmente, a Luminar está sediada na Vila Jaguara, Capital.

Direção - Ao longo de seis décadas, o Conselho teve apenas seis presidentes. Isso se deu porque a maioria deles foi reconduzida, por meio de eleição, mais de uma vez ao cargo. Depois do Engenheiro Químico Julio Rabin (1913-2006), que exerceu o cargo de 1957 a 1966, o posto foi ocupado pelo Engenheiro Químico Manlio Bedinelli (1927-1991), o único que presidiu a entidade por apenas um mandato, de 1966 a 1969. O Químico Industrial Carlos Eduardo Paes Barreto (1920-2001) dirigiu o CRQ-IV de 1969 a 1981.

O quarto e mais longevo presidente da história do CRQ-IV – de 1981 até dezembro de 2003, quando faleceu –, foi o Químico Industrial Olavo de Queiroz Guimarães Filho (1914-2003). Bastante lembrado por ter liderado o processo de construção da atual sede do Conselho (o edifício, que tem o seu nome, completa em 2017 15 anos de inauguração), ele também foi responsável por uma série de medidas que modernizaram a gestão e a comunicação do órgão. Entre elas, a criação de postos de atendimento em cidades do Interior e deste Informativo. Publicado desde 1991, o periódico já foi o maior veículo de comunicação nacional da área Química em termos de tiragem. Até fevereiro do ano passado, quando sua versão impressa foi descontinuada, a publicação encostou na marca de 100 mil exemplares por edição.

Guimarães Filho foi sucedido em 2004 pelo Engenheiro Industrial - Modalidade Química Manlio de Augustinis. Programas como o de minicursos gratuitos e o Selo de Qualidade (ambos mantidos até hoje), além das diversas ações realizadas no Ano Internacional da Química (2011), foram algumas das principais marcas de sua administração. Para tratar de assuntos particulares, Augustinis renunciou ao cargo em agosto de 2016. Atualmente, ele é conselheiro licenciado da entidade.

Para completar o mandato, com término previsto para 31 de julho deste ano, foi eleito o então vice-presidente Hans Viertler. Bacharel em Química com Atribuições Tecnológicas, ele possui longa carreira como pesquisador e docente do Instituto de Química da USP, onde atualmente é professor-colaborador sênior. Possui, também, vasta experiência administrativa no mesmo Instituto, do qual já foi diretor.

Galeria de Presidentes do CRQ-IV

Julio Rabim - 1957 a 1966

Manlio Bedinelli - 1966 a 1969

Paes Barreto - 1969 a 1981

Guimarães Filho - 1981 a 2003

Manlio de Augustinis - 2004 a 2016

Hans Viertler - desde agosto de 2016





Relação de Matérias                                                                 Edições Anteriores

 

Copyright CRQ4 - Conselho Regional de Química 4ª Região